Palestra do Frei Hildebrando – datada de 1973

Meus prezados Radio Ouvintes:

Meu amigo – Anda sempre alegre pelo seu caminho…

Mas a verdadeira alegria não consiste nas contínuas brincadeiras, nem nos chistes costumeiros, que arrancam gargalhadas; nem está no barulho… A verdadeira alegria está na serenidade habitual.

Já contemplaste o céu em um dia sereno? É a imagem de um coração alegre.

O céu sereno é sempre azul; podem momentaneamente velá-lo alguns farrapos de nuvens, mas ele continua irreversível.

Assim as misérias da vida, os contratempos, os pedregulhos do caminho podem velar nossa alegria, mas não desmanchá-la!

Meus amigos, Tu és discípulo, tu és sequaz de um Sublime Justiçado que morreu numa cruz, coroado de espinhos… Alegra-te! Dessa coroa de espinhos te brotam rosas!

És argila… Alegra-te, pois, quem te vivifica é o sopro do Eterno.

Tudo te convida à alegria: nada justifica a tua tristeza.

Se queres ser feliz, alegra-te sempre no Senhor e recorda-te de que os verdadeiros felizes, os santos, sempre foram alegres.

Muito graciosamente por isso mesmo, pôde dizer o autor da Filotéa:

“Um santo triste é um triste santo.”

Amigo – sê sempre alegre porque os outros merecem que tu contribuas com tua gotinha de mel, para dulcificar as lágrimas do desterro… Tenho dito.

Esta entrada foi publicada em Crônicas e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>