Mais uma Crônica do Frei Hildebrando datada de 02 de julho de 1983

Meus Prezados Rádio Ouvintes:

De modo geral, nos falta bastante uma coisa na vida: a virtude da coerência – virtude que nos é tão necessária.

Lembro apenas, a recitação do PAI NOSSO! Sempre e sempre de novo, nele pedimos ao Pai do céu que nos perdoe, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido.

Pobres de nós, se Deus nos perdoasse na medida dos nossos perdões … reticentes… parcelados… calculados ou até inexistentes!

“Pai – perdoai as nossas ofensas… assim como nós perdoamos”… assim insistimos na súplica ao Deus do perdão, mas NÃO concretizamos a segunda parte da frase. Rezemo-la apenas rotineiramente… maquinalmente…

Para consolo nosso: o poço da misericórdia divina é mais fundo que as nossas incoerências… e a borracha do perdão infinito apaga nossas fraquezas, quando as reconhecemos, com humildade.

“Seja feita a vossa vontade” – rezamos também! MAIS OUTRA INCOERÊNCIA DA NOSSA PARTE, e tantas vezes. Queremos que o Pai encaixe sua vontade amorosa dentro do nosso EU finito, egoísta, interesseiro, ambicioso… vingativo… calculista… pedante… orgulhoso… autossuficiente.  PODE O OCEANO CABER NUMA CONCHA???

Meus Amigos – Precisamos todos voltar ao Jardim da Infância da “simplicidade” – aos bancos escolares do Evangelho. Precisamos tomar algumas lições na Escolinha do catequismo “caminho, verdade e vida”.

E, CRISTO fala suave… compreensivo… fraternal:

Retornem às fontes, onde as águas da simplicidade brotam constantes.

Sejam mais simples e não compliquem tanto.

Nunca é tarde para aprender lições de coerência na ESCOLA UNIVERSAL DO MEU EVANGELHO!

Tenho dito.

Esta entrada foi publicada em Crônicas e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>