Crônica do Frei Hildebrando – datada de 07 de abril de 1973

Meus prezados Rádio Ouvintes:

Deparei-me certo dia, na livraria das Paulinas, com um folheto artístico contendo interessante e profunda reflexão; é intitulada de “Diálogo com Cristo”. Trata-se de pensamentos e ponderações tão belas, tão profícuas e tão atuais que resolvi trazê-las aqui ao conhecimento dos meus prezados rádio ouvintes, mormente dos que vêm arrastando cruz pesada pela estrada de sua vida. Eis o diálogo com Cristo.

- Obrigado, Senhor, pelos meus braços perfeitos quando há tantos mutilados!

- Obrigado, Senhor, pelos meus olhos perfeitos quando há tantos sem luz!

- Obrigado, Senhor, pela minha voz que canta, quando há tantas que emudeceram!

- Obrigado, Senhor, pelas minhas mãos que trabalham quando tantas mendigam!

- É maravilhoso, Senhor, ter um lar para voltar e há tanta gente que não têm para onde ir!

- É maravilhoso, Senhor, sorrir, amar, sonhar e há tantos que choram, tantos que se odeiam, tantos que se revolvem  em pesadelos, tantos que morrem antes de nascer!

- É maravilhoso, Senhor, sobretudo ter tão pouco a pedir e tanto a agradecer!

Meus amigos, são realmente reflexões maravilhosas que nos lembram, aliás,  aquele episódio narrado por Henrique Suzô, místico da Idade Média: “Havia um pobre homem que se lastimava amargamente do calçado já todo gasto e dilacerado a incomodar-lhe os pés. De súbito, percebeu um ruído atrás de si  e um leve gemer; virou-se e deparou-se com um homem que nem perna tinha!”  Estava, então, resolvido o seu problema.

Meus irmãos, quando sofremos bastante, bom é então lembrar-nos de que há muitas pessoas que têm cruzes bem mais pesadas a carregar e, então, aceitemos a cruz que Deus houve por bem colocar sobre os nossos ombros. Tenho dito.

Esta entrada foi publicada em Crônicas e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>