Crônica do Frei Hildebrando – datada de 27 de outubro de 1971

Meus prezados Rádio Ouvintes:

Quando nos chega o pão da dor – só o pão dos anjos é que pode sustentar e nos dar força!

A eucaristia e a cruz vivem sempre unidas!

A eucaristia é o sacramento do amor por excelência e sem a cruz não se vive no amor!

Não se ama sem sofrer!

Ninguém precisa da comunhão como o que padece!

Dizia uma Santa Carmelita que a comunhão dá consolo para tudo!

Na primeira igreja, os primeiros cristãos que tanto sofriam comungavam diariamente nas catacumbas e, com sorriso nos lábios, ofereciam generosamente a Deus todo o sacrifício, todas as dores e o próprio sangue!

A Eucaristia lembra-nos todo Sacrifício do Calvário e nos fala eloquentemente da cruz, do sofrimento!

É tão suave padecer e morrer com Jesus no coração como São Tarcísio!

Quando nos sentimos abatidos com o coração ferido, dilacerado, nos embates da vida, precisados de conforto, consolação e alívio então procuremos a Santa Eucaristia!

No altar – no sacrário – na santa Mesa encontraremos o MESTRE, o AMIGO, o PAI, o IRMÃO que enxugará nossas lágrimas e nos ajudará a levar a cruz!

Tenho dito!

Esta entrada foi publicada em Crônicas e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>