Crônica do Frei Hildebrando – datada de 09 de novembro de 1969

Meus prezados Ouvintes!

Não é possível e nunca será possível fugir ao inquietante problema do sofrimento.

O renascer perene dessa angústia coloca o homem constantemente ante novos aspectos e surpresas, iludindo-lhe sempre a vigilância. Deve ser solucionado de outro modo esse problema. É indispensável lançar mão de meios sobrenaturais, pois, os naturais foram tentados em vão sob todas as formas.

Realmente o remédio ideal para qualquer gênero de agrura seria o que não só extinguisse o mal, mas, em lugar dele, fizesse surgir  o pensamento iluminado pela viva fé.

Coisa admirável! A dor repugna à natureza humana; é naturalíssima a aversão à cruz; no entanto, a fé logra calar a natureza diante da dor; consegue ainda mais: consegue que ela abrace a dor.

Santa Teresa costumava exclamar: “Ou sofrer ou morrer!” Vitória esplêndida da graça sobre a natureza! Domínio completo do sobrenatural! Aí estamos muito longe dos tais estoicos – muitíssimo distantes dos insensibilizados  pelos entorpecentes corporais ou morais.

Não tratamos de embotar a sensibilidade. Pode ser que, na ordem física, se consiga tornar os tecidos menos sensíveis ao cansaço e à dor. Mas – o que sobremodo importa é sofrer em paz, por amor a Deus  e em união com a Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Quando se ama a cruz por espírito de fé, sente-se  a compunção; a alma se penitencia. É tão terno esse sentimento purificador que a paz logo se aninha nessa alma tão bem disposta. Nessa atitude, o coração dilata de muito sua capacidade de sofrer, torna-se capaz de resistir muito, capaz até  de heroísmo de  resignação.

Feliz a alma que descobriu o segredo de tornar doce toda a amargura e suaves  os maiores dissabores.

Aí está, meus bons Amigos, a maneira como é possível encontrar a solução para o problema da dor. Tenho dito.

Esta entrada foi publicada em Crônicas e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>